Viagem no tempo... Uma lição de história

A origem do Mosteiro de Odivelas

ClaustroA10

Existem duas versões distintas que justificam a edificação do mais opulento dos mosteiros das freiras bernardas:

Uma das versões e que nos remete para o domínio das lendas fantásticas, segundo o próprio D. Dinis, narra o ataque de um enorme urso que investindo contra o cavalo do monarca, o deitou por terra segurando-o entre as patas, quando este passeava sozinho junto à ribeira de Odiana, perto de Beja.

Vendo o perigo que corria, o rei pediu proteção a S. Dinis e a S. Luís, bispo de Tolosa e terá prometido construir uma capela no Convento de São Francisco, em Beja, bem como a edificação de um mosteiro cisterciense, no seu paço de Odivelas, se o Santo bispo o salvasse daquele perigo.

S. Luís logo lhe apareceu e ordenou que matasse a fera com o punhal que tinha à cintura, o que o rei fez, cravando o punhal no coração do urso, que logo caiu por terra sem vida. E assim por ter sobrevivido ao ataque o rei cumpriu a sua promessa.

A outra versão sobre a origem do Mosteiro de Odivelas, mais realista e credível, defende que o monarca construiu o mosteiro para aí acolher a sua filha bastarda, D. Maria Afonso cujo túmulo se pode observar na Capela Mor.

Inventou assim de forma ardilosa o episódio da luta com o urso, de modo a não ter de admitir perante a nobreza a construção de tão dispendioso monumento apenas para albergar a sua filha ilegítima e principalmente para conseguir a aprovação do clero, pois seria obviamente mais fácil este aprovar um projeto que assinalava o acontecimento de um “milagre” do que um projeto para acolher o fruto das suas aventuras amorosas.

www.chinashopzone.com

Sem comentários ainda

Deixe uma resposta

Login